Historia Albufeira, Faro, Algarve, Portugal

Alojamento

Destinohttps://albufeira.costasur.com/index.html

Destino

Temos o guia mais detalhado do teu destino, pelo que se procuras informação, encontraste a melhor fonte...

Autocarroshttps://albufeira.costasur.com/pt/horarios-dos-autocarros.html

Autocarros

NO HAY RESULTADOS
NO HAY RESULTADOS

Carroshttps://albufeira.costasur.com/pt/alugar-carro-rent-a-car.html

Carros

Desmistificando: alugar um carro não é caro. Decobre o preço a que pode sair durante as tuas férias com a Costasur.

Alugar

Comboioshttp://trenes.rumbo.es/msr/route/searching.do

Comboios

NO HAY RESULTADOS
NO HAY RESULTADOS

Vooshttp://vuelos.rumbo.es/vg1/searching.do

Voos

NO HAY RESULTADOS
NO HAY RESULTADOS

Desconhecem-se na realidade as origens de Albufeira, mas tudo nos leva a crer que a região já seria povoada em tempos pré-históricos e que o local onde hoje se ergue a cidade teria sido, alguns séculos antes da nossa era, uma importante povoação com o seu porto marítimo.

A antiga povoação foi ocupada pelos Romanos que lhe deram o nome de Baltum. E ai desenvolveram uma intensa actividade agrícola e comercial. Construíram aquedutos, estradas e pontes das quais ainda hoje existem vestígios.

O topónimo Albufeira provem da denominação árabe "Al-buhera" que significa "castelo do mar", razão que poderá estar ligada à proximidade do oceano e/ou da lagoa que se formava na zona baixa da localidade. Os árabes construíram sólidas fortificações defensivas, tornando-a quase inexpugnável.

Quando o rei D.Afonso III subiu ao trono, já grande parte do Algarve tinha caído em poder dos cristãos.

Os mouros foram perseguidos de forma tão intensa, que só escaparam os que fugiram e se refugiaram numa caverna, chamada Cova do Xorino, situada por baixo das rochas delimitantes da cidade.

Albufeira foi de todas as cidades algarvias a mais castigada por cataclismos naturais. Mas um terramoto foi o causador dos maiores estragos. O mar invadiu a vila com ondas que atingiram 10m de altura, destruindo quase todos os edifícios, tendo apenas ficado de pé algumas habitações e estas mesmo assim, muito arruinadas.
A Igreja Matriz, onde a população se refugiara, desabou causando 227 vítimas.

A partir de meados do século XIX verificou-se um desenvolvimento acelerado da economia graças à actividade piscatória e primeiras décadas do século XX registou-se um aumento acentuado da exportação de peixe e de frutos secos.

Nas décadas de 30 a 50, registaram-se tempos de decadência, as armações de pesca arruinaram-se, as fábricas fecharam, as embarcações desapareceram e muitas casas foram abandonadas. A população ficou reduzida a metade e a pesca tornou-se novamente numa actividade de subsistência.

No início da década de 60, finalmente assistiu-se ao nascimento do turísmo. Albufeira foi procurada por turistas nacionais, mas foi sobretudo com os ingleses que prosperou, provocando um enorme surto urbanístico e a cidade cresceu rapidamente para nascente, local para onde se transferiu a maior parte dos serviços administrativos, incluindo a Câmara Municipal.

Imágenes

Aluga um carro ao melhor preço

Escolhe a tua rota

Outros sítios e alternativas Costasur

Outras páginas deste destino
Etiquetas